Portáteis com Bluetooth

A+ A-

Há cerca de doze anos começaram a ser lançados no mercado os celulares com Bluetooth, uma tecnologia bastante inovadora na época. Com a invenção era possível transferir dados, como músicas e imagens, de um aparelho para o outro sem a necessidade de fios ou qualquer outro aparato.

Atualmente esta tecnologia já está um tanto quanto ultrapassada para celulares, visto que hoje em dia há diversas opções de smartphones e outros telefones móveis que se conectam na internet.

A grande novidade, no entanto, está nos computadores portáteis que agora contam com esta maravilhosa engenhosidade.

Em 1998, cinco empresas do ramo da telefonia se uniram em prol de uma nova tecnologia, com o objetivo de fazer ela se tornar conhecida e criar um novo padrão de fabricação dos aparelhos. Nokia, Ericsson, IBM, Toshiba e Intel formaram o consórcio Bluetooth SIG, que anos mais tarde começou a receber novos integrantes, como Dell, Philips, Samsung, HP e Compaq.

A tecnologia Bluetooth funciona através de sinais de rádio de alta freqüência, que são os responsáveis por promover a transmissão de dados. A maior vantagem do Bluetooth é que os aparelhos que estão ?ligados? pela transmissão de dados não precisam estar relativamente perto um do outro, com a única exigência de que estejam a, no mínimo, 10 metros de distância e, no máximo, 100.

Não há riscos de ocorrerem interferências causadas por aparelhos que estejam próximos e utilizem a mesma tecnologia, tendo em vista que é determinado um padrão de transmissão usando os canais possíveis, o que significa que os dados serão transmitidos em canais diferentes, sendo que apenas os dispositivos da rede reconhecem.

E não é necessário ficar preocupado com invasões de hackers ou pessoas mal intencionadas, afinal, esta tecnologia funciona através de um sistema de criptografia. Se mesmo assim o usuário não estiver tranquilo, é possível ainda incluir novas camadas de segurança via softwares.

Para que a menor quantidade de bateria seja usada a cada transmissão, é recomendável que os aparelhos que estão operando a tecnologia fiquem próximos um do outro, visto que desta forma um sinal mais fraco é usado e, em consequência, menor o consumo elétrico.

Com a tecnologia é possível transferir dados e arquivos para outros aparelhos sem ter que depender de internet, pen drives e HDs externos. Sem dúvida, uma tecnologia capaz de facilitar, e muito, a vida de seus usuários.