Kajal: a beleza nos olhos

A+ A-

O kajal é um produto cosmético vindo do oriente e que adorna as mulheres há séculos. Também conhecido como Kohl, em diversas culturas orientais, os olhos femininos são valorizados e ganham um aspecto único, sensual e magnético.

O kajal é tão muito popular em países como a índia e Marrocos, que é usado para proteger os olhos de inflamações, refrescar ou espantar os maus espíritos, e também por homens e crianças, sem o senso estético do ocidente, normalmente feito em casa com carvão, canela, cravo e pimenta.

Os olhos bem marcados das orientais chamaram atenção das ocidentais que importaram a ideia. Nos anos 60 e 70 foi muito usado com a moda dos hippies, de franca inspiração indiana e volta com tudo para as prateleiras do comércio e o gosto das mulheres.

Uma das suas versões é feita em pó e acompanhado de um aplicador como um palito de dente de pontas suaves, sendo mais semelhante ao original. Seu traço é mais natural e suave e para aplicá-lo é necessário deixar uma camada de pó facial embaixo dos olhos para ser retirado com o excesso de kajal que cairá. Para finalizar, o pincel ?varrerá? a área sem manchar.

Mas o mais comum é o feito em bastão, como uma lapiseira retrátil e textura de giz de cera. Uma variação do kajal em bastão é o ayuvédico, que também serve para tratamento e proteção dos olhos através da cânfora. Para aplicá-lo é muito mais simples: basta encostar o kajal onde deseja aplicar e deslizar sem forçar, de modo firme, mas ágil para um traço bem definido. É semelhante à aplicação de um delineador.

Há muitas marcas no mercado, importadas ou de fabricação nacional. Fique atenta na sua composição, já que algumas possuem chumbo, que é tóxico. Uma versão ayuvédico incolor pode ser usada pelos homens, para cuidar dos olhos.