Frite, sem prejudicar a natureza

A+ A-

frite-sem-prejudicar-a-naturezaGente, é possível economizar o óleo da fritura sem prejudicar seus produtos, assim como mantê-lo limpo por mais tempo, sabia? Pequenos cuidados aumentam seus lucros e a satisfação dos seus clientes. Se você busca isso, vem com a Lu que vou já te dar algumas dicas! ;)

Pra começar, a temperatura do óleo não deve ultrapassar 180º C, sendo o ideal entre 120º C e 150º C. Isso prolonga a vida útil do óleo e evita a saturação muito rápida. Hora da tecla SAP, quando ele satura deixa de fritar bem os alimentos, que podem ficar murchos ou encharcados, não importando a temperatura que você escolha. Entendeu?

Uma dica importante: filtre o óleo a cada dois dias e limpe a fritadeira. Não misture óleo novo no usado e nem tipos diferentes (soja e milho, por exemplo). Ah, e não deixe a fritadeira ligada por muito tempo, nem coloque o termostato no máximo de uma vez; é melhor que o óleo aqueça lentamente, tá?

Mesmo com todos os cuidados, o óleo acaba saturando e quando isso acontece as frituras encharcam, ficam escuras e com gosto diferente. Mas você não precisa mais adivinhar quando trocar, podendo usar, por exemplo, um monitor de óleos e gorduras, que são fitas coloridas que avisam do vencimento e evitam o descarte prematuro e o desperdício. Dessa eu gostei! ;)

Na hora de fritar, não coloque o alimento diretamente na fritadeira; o certo é retirar o cesto, colocar as peças a serem fritas sem exagerar na quantidade e coloque o cesto no óleo. Se o óleo subir muito, retire o cesto e e coloque novamente, repetindo o gesto até que pare de subir. Simples, né!?frite-sem-prejudicar-a-natureza

É superimportante você secar as peças primeiro, e se congeladas, espere sair o gelo aparente antes de colocar no cesto. Para que empanados não espumem o óleo, ao invés de usar ovo, use uma papinha cozida de água temperada e farinha de trigo ou maizena, bem grossa e depois empane. Esse truque protege mais o alimento  na hora da fritura.

Pra finalizar,  na hora de descartar o óleo, nada de jogar nos ralos ou esgoto. Além de entupir o encanamento, um único litro de óleo pode contaminar de 100 a 1 milhão de litros de água. Nós precisamos pensar na natureza também, né gente?

Coe o óleo e guarde em vidros ou garrafas pet (você pode reutilizar as próprias garrafas de óleo) e entregue para alguma empresa que faça reciclagem ou ONG que ajude pessoas carentes. Assim, você colabora com a preservação do meio ambiente, evita problemas nos esgotos e o mau funcionamento das estações de tratamento da água.