Filtro solar só ás vezes?

A+ A-

O uso do filtro solar é presente nas discussões sobre saúde há muito tempo. Os primeiros registros da história de algo que se parecia com um protetor solar vieram dos gregos que usavam alguns tipos de óleo. Dizem que anos depois, um farmacêutico inventou uma substância vermelha e viscosa usada por soldados que sofriam queimaduras durante a Segunda Guerra Mundial. Daí em diante, a evolução do produto não parou mais. Até uniu a proteção com cor em cremes cosméticos que servem também como maquiagem.

O rosto é sempre o mais comentado, até porque, é a parte mais exposta no dia a dia. Os médicos recomendam o uso do filtro solar pelo corpo todo, todos os dias. Mas, se isso já é demais pra você, comece pelo rosto.

Sabe como escolher um filtro solar pra você? Aliás, você sabia que existe um filtro solar pra você? Pois existe! Cada tipo de pele recebe melhor um tipo de filtro solar. Para as peles oleosas são indicadas os tipos em gel. Peles secas ou normais vão bem com praticamente todos os filtros. Se você quer aproveitar pra cobrir imperfeições, escolha os filtros que também são maquiagem e já vêm em cores que combinam com o tom da sua pele.

A proteção que o filtro solar escolhido vai oferecer, é na verdade, o mais importante. Você pode escolher o quanto quer expor sua pele pelo número do FPS (Fator de Proteção Solar). O FPS é uma medida que mostra a relação entre o tempo de exposição ao sol usando filtro e o tempo de exposição ao sol sem filtro. Por exemplo, digamos que alguém começaria a se queimar depois de 12 minutos no sol. Usando filtro solar FPS 10 (que são 10 vezes mais proteção), a mesma pessoa deveria se queimar depois de 2 horas no sol (120 minutos). Claro que essa conta não serve pra você escolher seu fator de proteção. O ideal mesmo é falar com um dermatologista ou observar sua própria pele. É bem branca? Opte por um FPS 30 ou mais. É morena? Opte por um FPS de no mínimo 15.

A hora de aplicar é o momento onde mais erramos. Médicos indicam a aplicação de duas em duas horas! Nada de aplicar apenas de manhã. Um estudo recente, feito pela Universidade da Califórnia diz até, que não reaplicar pode causar mais danos do que não usar o filtro. Então, aplique ao acordar depois de limpar a pele e siga aplicando de duas em duas horas. Se estiver de maquiagem, o ideal é limpar o rosto e começar do zero. Mas se não puder, não desista! Passe por cima mesmo. Só assim o filtro funcionará como deve.

Outro pensamento que é bem comum, mas também bem errado, é relacionar o uso do filtro solar com o clima. Mesmo com o tempo frio, chuvoso ou nublado, é importante usar o filtro para se proteger das luzes do escritório, radiação do computador etc. O pensamento novo é: usar todos os dias, a cada duas horas. Pronto!

Mas não fique achando que o sol é seu inimigo, pelo contrário! Precisamos dele pra produção de vitamina D e também na prevenção de osteoporose. Apenas 15 minutos sem filtro em uma caminhada no sol da manhã ou final da tarde, resolvem o caso.


Então pra lembrar, aqui vai um resumo do uso correto do filtro solar:     


- Escolher corretamente, sempre considerando seu tipo de pele;
- O FPS deve ser correspondente ao tempo que você fica exposto ao sol e também à cor da sua pele;
- Aplicar de duas em duas horas nas partes mais expostas do corpo;
- Usar todos os dias, independente do clima;
- Relaxar e tomar um banho de sol pela manhã ou fim de tarde.


Siga os conselhos, mas não deixe de consultar um dermatologista se tiver mais dúvidas.