Ferro de passar

A+ A-

Vestir uma roupa limpinha, cheirosa e bem passada é uma delícia, né? Mas pra ela ficar sempre novinha, você tem que ter alguns cuidados especiais na hora de passar. Então vem comigo que eu separei algumas dicas pra você!


Tudo começa na máquina de lavar

O cuidado com a roupa já começa desde a hora que você vai lavar ela. É que se você fizer isso direitinho, vai ficar bem mais fácil de passar ela depois. Olha só alguns cuidados que você precisa ter:


- Nunca coloque a quantidade máxima de roupas que sua máquina de lavar aguenta, tá? Quanto mais roupas ela lavar de uma vez, mais amassadas as peças ficam. Então, o ideal é deixar sempre um espacinho, uns 10% da sua máquina vazia, pras roupas se movimentarem e lavarem por igual.

- Outra dica é tirar as roupas da máquina assim que ela termina de centrifugar. É que, se você colocar a roupa bem úmida e bem esticadinha no varal, ela pode ficar quase sem amassados, já que o vento e o calor ajudam a esticar os tecidos.

- E se as peças forem mais difíceis de passar, como saias com pregas, camisas sociais e camisetas ou blusas de tecidos delicados, a dica é pendurar elas no varal já no cabide! Isso também ajuda a diminuir os vincos e amassados, viu?

- Ah, e na hora de tirar a roupa do varal, não jogue tudo no cesto de roupas! Dobre uma por uma, sempre do avesso, e faça uma pilha de roupas.


O que passar primeiro?

- Comece separando as peças, das mais fáceis pras mais difíceis de passar. Além disso, deixe de fora as peças de lycra, suplex, náilon e todas as roupas que têm a palavra elastano na etiqueta. Elas não precisam ser passadas. Você só tem que esticar ou pendurar no cabide pro amassado sair sozinho.

- Os vestidos, camisas, saias com pregas e calças sociais merecem uma atenção especial pra serem passados depois, tá? Deixe eles separados direitinho.

- O ideal é começar pelos tecidos que precisam ser passados com pouco calor. Daí, quando precisar, é só aumentar a potência do ferro pras roupas mais pesadas. 


Potência baixa: quase nem precisa esquentar o ferro pra passar peças de seda, linho e roupas brilhantes de poliéster, viu? Uma dica é virar elas do avesso depois que passar cada uma.

E pra evitar que o brilho fique com cara de desgastado, a dica é colocar sempre um pano bem grosso embaixo da peça, antes de esticar ela pra passar. E sempre passe peças com estampas e bolsos pelo avesso tá.


Potência média: renda e poliéster devem ser sempre passados com um pano úmido por cima. O contato direto do ferro com esses tecidos pode fazer muito estrago.

Já as peças de algodão tem que ser passadas ainda úmidas. Agora, se elas secaram, é só usar um spray com água de passar, que é um produto próprio pra passar roupas, tá?


Agora, pra passar peças de veludo sem estragar, o ideal é virar a peça do avesso e passar enquanto elas ainda estão úmidas. Se não for assim, ela pode desbotar, criar vincos ou até queimar. Ah, e também dá pra usar o borrifador com a água de passar nela, viu?


Potência alta: essa temperatura é ideal pra passar os jeans e tecidos mais pesados. E o melhor é passar eles borrifando com a água de passar. Além disso, você tem que secar esses tecidos sempre à sombra e bem esticados, o que vai facilitar bem na hora de desamassar eles.


Tecidos misturados

Esses podem te deixar na dúvida sobre a temperatura ideal, né? Nesses casos, precisa dar uma olhadinha na etiqueta, já que o fabricante sempre deixa lá essa informação sobre a potência certinha pra usar no ferro.


Passando peças especiais

Camisas e calças sociais, ternos e roupas com pregas são peças que precisam de um cuidado todo especial pra não estragar quando são passadas, tá? Mas é fácil deixar elas lisinhas. Olha só:


Camisas: olhe na etiqueta e coloque o ferro na potência de acordo com o tipo de tecido. E, se você deixou a peça secando no varal, já vai ter menos trabalho porque ela vai ficar só um pouco amassada. Aí é só colocar o colarinho pro lado de fora da camisa e passar ele reto. Depois passe as mangas e punhos e, por último, a frente e as costas da camisa. Em seguida, é só dobrar o colarinho e pendurar a camisa no cabide.


Ternos: o ideal é usar a potência do ferro indicada pelo fabricante na etiqueta, tá? Se o tecido dele for sensível, é ideal usar um pano grosso ou uma toalha entre ele e o ferro. E, pra passar os bolsos da calça, a dica é encaixar eles na borda da tábua de passar, virados pra fora. Depois, pendure o terno no cabide logo que terminar de passar.


Vestidos e saias de pregas: o tecido plissado ou com pregas é um dos mais difíceis de passar, mas calma que tudo fica mais fácil com a minha dica.


- Estique bem o tecido na tábua de passar. Segure a parte de cima com a mão e prenda a barra dele no final da tábua com um pregador de roupas. Ah, e use sempre pregadores de madeira, pra não desfiar o tecido e nem grudar nele com o calor do ferro, tá?

- Daí é só começar a passar de cima pra baixo, no sentido da barra. Estique o tecido com uma mão puxando e vá passado com a outra numa distância segura, assim você não se queima.

- Pra não desfazer o plissado, passe uma parte por vez, respeitando a marca da prega.

Outra dica é que se sua roupa plissada é de viscose, poliéster ou linho, use um paninho por cima pra passar, pra não correr o risco de ficar aquele brilho desbotado que eu falei no início.


Pronto! Depois é só pendurar no cabide pra não amassar.

Gostou das dicas? Então, é só aproveitar as ofertas do Magazine Luiza em ferros de passar e escolher o seu!